Um solo saudável é um solo vivo. A melhor forma para se obter essa riqueza é substituir o adubo químico pelo adubo natural mais nobre do planeta: o húmus de minhoca, que juntamente com algumas espécies de insetos, formam uma grande rede de decompositores da matéria orgânica.

A presença de minhocas também melhora a estrutura do solo, aumenta a taxa de infiltração, contribui para a formação de agregados, e aumenta a resistência do solo a erosão. Esse processo é chamado de vermicompostagem. Húmus, em si, é todo o material de natureza orgânica que sofre degradação no solo.  

 

Lixo urbano e resíduo do sítio “in natura”

Lixo urbano e resíduo do sítio “in natura”

 

No Sítio São Francisco, berço do Broto Rural, são produzidos, há mais de 15 anos, em torno de 300 Kg/mês de húmus de minhoca, por meio de resíduos do próprio sítio e também de todo o lixo orgânico coletado em casas de amigos e parceiros, no Rio de Janeiro.

 

Compostagem quase pronta (húmus)

Compostagem quase pronta (húmus)

 

O húmus de minhoca é uma substância que confere uma nutrição de qualidade para as plantas e vegetais, além de prevenir algumas doenças. Ele possui diversos nutrientes, tais como nitrogênio, fósforo e potássio, além de alguns hormônios. Todos eles são facilmente absorvidos pelas plantas e vegetais, o que torna o húmus de minhoca muito eficiente. As minhocas também são responsáveis pela aeração do solo e, portanto, são ótimas para a agricultura.

 

Húmus de minhoca pronto

Húmus de minhoca pronto

 

Esse adubo natural é uma excelente alternativa para os produtores rurais, pois, além de diminuir gastos na produção, deixam de utilizar adubos químicos – que são, em geral, prejudiciais à saúde -, melhorando ainda a qualidade do solo. Também colaboram com a diminuição do lixo urbano, reutilizando o lixo orgânico coletado em casa, para diversificar os resíduos orgânicos que servem como alimentos para as minhocas. 

 

Húmus de minhoca já peneirado, pronto para o uso

Húmus de minhoca já peneirado, pronto para o uso